Maria Anjinha, neste teu iniciar
a caminhada como Poetisa,
deixo aqui este carinho,
"Um dueto que se tornou um Septeto"
Thais "beijaflor"

No Último dia do Ano...

No último dia do Ano...
Eu queria ser uma Borboleta...
Não... eu queria ser um Beija-Flor...
Talvez, quem sabe um Anjo!
Sim um Anjo!!!!!!!!!
Para poder sair voando, com minhas
alvas asas, e ir ao encontro do
meu amor!

Meu amor, tão distante...
Tão lindo... Tão puro...
Para poder a meia noite, tê-lo em meus braços,
para poder abraçá-lo, e sentir o seu corpo
em minhas mãos, e matar esse meu desejo
de amar você!!!!

Queria chegar em seus ouvidos e dizer todas
as promessas e juras de Amor!
De paixão, doída e ardente,
de muito amor para dar!

Autoria: Maria Aparecida Macedo 
"Maria Anjinha" 
29/12/2004 


Último dia do Ano...

Anoitece, o último dia do ano
aproxima-se do final...
Preparativos para o romper
de um Novo Ano, me faz aflita
meu coração saltita descompassado
nesta ansiedade da espera.

Espero pelo meu Amor,
que as Asas da Emoção e da Imaginação
farão com que êle venha,
vestido em fantasias
usando as asas de uma borboleta,
ou de um beija-flor,
quem sabe até as asas plumadas de um anjo,
mas sei que virá.!

A meia noite, deste último dia do Ano,
entre fogos, brindes, risos, esperanças,
sua presença, mesmo que ausente,
tocará meu coração e aos meus ouvidos dirá
do teu amor, fará mil promessas e juras,
me fazendo entorpecer os sentidos,
arrepiar minha pele, na doce sensação
do Amar e ser Amada.!

Autoria:Thais S Francisco 
"Beija flor" 
29/12/2004 


No Último dia do Ano...

No último dia do Ano...
Eu queria ser Amor ...
Não... eu queria ser seu sonho
Para te pegar dormindo e acordar
te pegar no colo e dengar
e te falar do meu amor ...

No último dia do Ano ...
eu queria ser magia
para me vestir com sua fantasia
e te impregnar com o meu amor
daí te daria borboletas
te beijaria como o beijaflor
e como Anjo te traria o seu Amor ...

No último dia do Ano ...
pode me esperar que eu vou
vestida de Ano Novo prá te ver
e as asas da imaginação
e emoção serão pequenas
prá te dizer do meu Amor por voce ...

No último dia do Ano ...
eu estarei com voce
para esperar o Novo Ano nascer!

Autoria:Cecília Carvalho 
"Cel" 
29/12/2004 

Poema Do Último Dia Do Ano

No último dia do Ano serei Poema,
serei Anjo, Borboleta e Beija-Flor!
Serei tudo que leve o nome de Amor!

E como num sonho encantado,
te farei amor,
te prenderei em meus braços,
te darei os meus lábios,
meu coração,
sem dor!

Não quero sofrer no último dia do Ano,
já chegam todos os que sofri,
te desejando sem te ver,
sem te ter,
sem ter a Paz do teu Amor!

Serei Poeta,
levarei todos os meus sonhos,
que se chamarão:
"Anjo, Borboleta e Beija-Flor"!
E só falarei
do meu Amor!

Autoria:Eda Carneiro da Rocha 
"Borboleta" 
29/12/2004 


No Último Dia Do Ano...

No último dia do Ano
Quisera ser a Paz!
Aninhar sobreviventes
de lutas, crises e guerras,
e embalar os seus sonos
e retirar os seus medos
na hora de despertar!

Alento, coral de anjos,
céu azul, de Brigadeiro!
Perfume de rosas, lírios,
incenso, cravo e canela!
E o sol, bola amarela,
chegando com luz e brilho,
fortalecendo, incitando
à vitória, podium e fé!

Paz - como quer o Mundo!
Paz - como prega Deus!

* Também quisera ser um polvo,
um grande e mimoso polvo -
para enlaçar os que amo
todos juntos, de uma vez!!!!!*

Autoria: Ana Carolina 
"Carol" 
29/12/2004 

Último Dia Do Ano...

Ficamos tão impotentes,
sentimo-nos tão sós,
diante do que não podemos mudar:
mentira, falsidade, covardia,
guerra, fome, catástrofe,
tão distantes,
e ao mesmo tempo tão reais,
tão dentro de nós.

No último dia do ano,
queria ser a poeta
a versejar sobre o amor,
das dores esquecer,
as mágoas apagar,
deixar esmaecer,
todo o sentimento ruim olvidar.

Queria ter a sabedoria de um sábio,
o conhecimento de um profeta,
a bondade de um anjo,
criar o que um mago faz,
e transformar este mundo em Paz.

No último dia do ano,
tenho como certo:
quero comigo mesma estar,
analisar os meus erros e acertos,
o que de bom de meus erros
posso tirar
e deixar o resto para trás
no esquecimento,
os que me magoaram perdoar,
e pedir silenciosamente perdão
àqueles a quem magoei
e que não os vejo mais.

Tenho como certo
no último dia do ano:
farei uma prece
para a saúde e paz dos meus,
abraçarei, em silêncio,
com muita afeição,
todos os meus amigos distantes
e os de perto

Autoria: Gloria Guedes 
29/12/2004 

Ano Novo...

Ano novo, novo ano...
Renovados sentimentos
a alma, o ser
clamados pelos bons ventos...

A promessa é de paz
vontade de libertar
a bondade hibernada
pelas águas a singrar
qual enxurrada de amor
num show pirotécnico
ao som dos tambores
rumor de uma nova era.

Regenera corações cruéis
lapida seres impuros
expurga todo mal
nas brancas brumas do tempo
num alento para a nova vida!

Autoria: Ligi@Tomarchio® 
29/12/2004 

 

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu ::: Voltar :::

 

 

Artfinal:CrisJuan