Nosso Amor

Teus olhos são a luz que ilumina a minha estrada
Que clareia meu caminho com segurança
Sem eles fico sem rumo e perdida...
Como se eu fosse ainda uma criança

Teus carinhos são o fogo que me queima
Meu corpo fica ardendo como uma fogueira
Sem eles meu coração bate mais fraco
Sou como cinzas dentro de uma apagada lareira

Teus beijos têm sabor de vinho fino
Que vou sorvendo aos poucos até me embriagar
Sem eles sou como uma taça já vazia
Jogada pela mesa depois de me entregar

Quando estás junto a mim sou água clara
Que jorram límpidas como as de uma cachoeira
Longe de ti me sinto só... abandonada
Sou como a chuva que caiu...água parada

Espero a tua volta com ansiedade
Com muito amor e cheia de saudade
Para nos amarmos dando vazão a esse sentimento
Que nos leva ao delírio em todos os momentos

Vanda Dias da Cruz

Mãe

Palavra pequenina mas que exprime grandes sentimentos...!

É sofrer calada quando seu filho sofre...
Sorrir quando seu desejo é chorar...
É se doar, completamente, sem restrição alguma...
Cumprir sua sagrada missão, sabendo quando perdoar...!

É o milagre que DEUS nos concedeu
Dando prosseguimento à natureza...
Gerar um novo ser dentro de nosso ventre
Trazendo-nos alegria com a sua pureza...!

Mas quando o tempo passa e ela adoece
Deixa de ser mãe para tornar-se filha...
Trocam-se os papeis e nos tornamos mãe
Daquela que já foi nossa mãe e hoje é a nossa filha...!

Retribuir o amor e o carinho
Que dela recebemos ao longo de nossa vida...
Hoje somos adultos e ela virou criança...
Depois de ter sido jovem e sadia...!

Tratemos nossa velha mãe com paciência
Para que ela não se sinta abandonada...
Fomos cuidados por ela dia após dia...
Por isso ela merece ser amada...!

Se todos os filhos assim procedessem
Não haveria mães tristes em asilos...
Sem o aconchego do lar e da família
E sem receber um beijo todo dia...!

Vanda Dias da Cruz

 

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu :::

 


Formatado:CrisJuan