Na Madrugada...

...Dói forte no meu peito, a tua ausência,
chama que queima forte, não se apaga,
ao contrário, se propaga, tortura, lentamente;
ataca todos os meus sentidos, um a um,
me impede de raciocinar, invade todo o meu ser!

Tento lutar, em vão!
Tira o ar dos meus pulmões,
me faz ajoelhar , agonizo, então!

Fecho os olhos, e peço a Deus que me ajude.
Quero dormir, e sonhar que “VOCÊ”,
Lá, de longe, sintoniza-se comigo,
sente a minha dor, e; vem, finalmente,
comigo ficar, para sempre,!

Cris Oliveira
Poços de Caldas MG


Clique para Enviar essa Página 

::: Menu :::


Formatado:CrisJuan