O Tempo e o Vento
* Aldo Roberto


O Tempo e o Vento se incumbirão
de arrastar as folhas e as flores mortas
que outrora foram belas
e comungaram com a natureza
em ritmo de festa.

No pouco tempo
de esplendor transitório que tiveram,
alegraram e enfeitaram a vida
sem nada em troca exigir.

Nesse sistema sábio,
tudo é perfeito e organizado,
para que todas as formas de vidas
possam coexistir
como se uma, dependesse da outra,
tendo sim a chance de participar
e de se perpetuarem.

E, a cada Tempos e Ventos passados
possam surgir então novas paisagens,
para que na natureza
não exista tédio, nem solidão.

E quanto mais Tempos e Ventos passarem,
mais e mais haverá
o fortalecimento da espécie,
para que a natureza
nesse processo de aperfeiçoamento
possa continuar a oferecer
uma parcela grande de alegria
e conforto visual.

E só ao TEMPO e ao VENTO,
cabem a responsabilidade
de levar o pólen
de uma nova vida,
de um novo amor.

Autor: Aldo Roberto
Direitos @utorais Registrados
Editado com Autorização do Autor

Clique para Enviar essa Página 

 

::: Menu :::

 


Formatado:CrisJuan