Meu Boêmio

Noites infindas me deixam
a tua espera, solta nesta cama
vazia de tua presença, envolta
nos macios lençóis perfumados que,
nosso amor abrigaria, se tu,
meu boêmio querido, deixasses
esta mesa de bar, e sob minha janela,
uma seresta a mim oferecesses..!!!

Ficas sonhando com falsos amores,
sofrendo a saudade que te fere a alma,
de alguém que te deixou sem nada dizer,
trocando-o por outros amores na vida,
enquanto eu, meu Boêmio Querido,
fico a amar até mesmo o caminho
por onde pisas, nesta solidão
de teus amores que poderiam ser meus,
pois os meus, já são teus..!!

Vem, Boêmio Querido,
deixa de vagar pelas calçadas,
sai desta letárgica melancolia que te
dilacera a alma, e canta em Serenata!..
Serei tua Rainha, serás meu Rei.
E de nossos sonhos,
faremos um Castelo de Amor..!!

Vem, meu Boêmio Querido..!!


Thais S Francisco
"beijaflor"
Direitos @utorais Reservados

 

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu ::: Voltar :::

 

Imagem Colhida na Internet sem menção de autoria
Formatação de Thais "beijaflor"