Um longo tempo
fiquei no casulo.
Tão só, tão triste...
Tantas dores...
Tanta solidão!..

Chegou um tempo,
em que parecia não me caber mais.
Um aperto, quase a me faltar o ar.
Eu precisava me libertar!..

Um fio de luz reluziu lá de fora.
Apenas uma pequenina fresta.
Precisei coragem para lutar, e,
escancarei a pequenina fresta!..

O medo do desconhecido era tamanho.
Mas, pela fresta já aberta,
aos poucos, fui saindo.
Corpo úmido, dorido, cansado...

A luz que do casulo eu via,
era o brilho do Sol, que,
com seu calor, meu corpo secou.
O peso se desfez, tornei-me leve,
senti que tinha asas...poderia voar!..

Ahhh ...como são lindas minhas asas!..
Entendi que posso voar, agora!..
Livre, solta pelo ar...

Deu-se então a Metamorfose
deixei de ser uma insignificante lagarta
para ser eu mesma....liberta das dores e da solidão!..

Eu, timidamente...

Livre, para Voar!..
para Viver!..
para Amar!..
Livre, para ser Amada!..

Thais S Francisco
" beijaflor "

Em devaneios de um tempo...
...tempo de Metamorfosear!..

Thais S Francisco
"beijaflor"

Clique para Enviar essa Página 

 

::: Menu ::: Voltar :::

 

ArtFinal:CrisJuan