Encontrando o Rumo

Não mais sinto saudade ou dor incontida,
não mais guardo agonia das mágoas da vida.
Encontrei o meu rumo na luz do farol
desvendando os mistérios da lua e do sol.

Chorarei, isto eu sei, e não faço segredo.
Tombarei outra vez, nada mais causa medo.
Mas o rumo traçado nas ondas marinhas
calarão as histórias tão nossas, só minhas.

Não afunda esta nau de mistérios guardados,
não mais sofre as agruras dos monstros passados
enterrados nas sombras de campos em flor.

Não copia os rabiscos de mapas falidos
nem enrosca nas algas dos sonhos vividos
pois a meta proposta se molda no amor.

Autora Cleide Canton Garcia
Direitos @utorais Reservados

::: Clique para Enviar essa Página

::: Menu :::

 

ArtFinal:CrisJuan