Primeiro Canto...

 

Era uma vez um canto feito de dor

Em trinados de desencontros nascia

Do vôo solo sem planos para o amor

Da crença e da esperança não sabia

 

Deixando ao vento soprar o caminho

Sempre incerto no apontar do norte

Dos dias mudos no encontro do ninho

Em meio a gravetos cheirando morte

 

Foi quando vendo do tempo à verdade

Sentiu da vontade apagar estigmas

Mostrando alma livre sem idade

 

E renascendo sem esconder do olhar

Olhando com olhos chorando lágrimas

Do sorriso provado em voar e amar.

 

Renato Alberto Moore

" Ramoore "

 

::::: ::::: ::::: :::::

 

Meu Canto..

 

Ousarei me olhar no espelho

enxugarei do rosto, as lágrimas,

buscarei encontrar meu sorriso, e,

soltarei meu canto,

não mais  de dor

e sim, meu canto

de Amor!..

 

Thais S Francisco

" Beija-flor "


  Clique para Enviar essa Página

Menu ::: Voltar

 

Img.retirada da internet sem restrições de uso.