Rara és, na tua espécie,
em Amor e formosura,
azul da cor do céu,
do Manto da Virgem Maria!..

Te vi, hoje, num canteiro,
vontade tive de te colher,
para dar ao meu amor,
toda essa formosura
aberta aos olhos meus!

Não pude!
Apenas só te olhar,
te colocar num altar,
para muito te admirar,
Flor Azul dos dias meus
que serão só teus!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor "

*** *** *** ***

Sou, no jardim da vida,
resultado da semente que germinou,
no ventre da Mãe Natureza,
onde a paz se faz presente,e,
da cor do Manto da Virgem Maria
nasci azul, refletindo a cor do céu!..

Trago comigo a cor que acalma a alma.
Singela e meiga e pequenina
enfeito os canteiros que
ladeiam estradas,
para encantar e encorajar
os passos dos caminhantes!..

Nestes caminhos, te vi passar.
Encantei teu olhar, e, quase,
colheste-me para enfeitar teu altar.
Mas, percebeste que eu perderia a cor,
perderia a vida, se do colo da Mãe Terra
fosse eu, separada... então,
deixaste-me ali ficar, para
continuar meu viço, meu brilho,
e aos teus irmãos de caminhadas encantar..

Percebeste que te amei ,
quando teu olhar em mim pousou, e,
dei-te a certeza de que, ali , ficarei
a esperar que um dia, voltes
e traga no brilho, do teu olhar
a luz que preciso para
manter-me azul da cor do céu,
do Manto da Virgem Maria!..

Não te demores a caminhar,
por estes caminhos,
estarei sempre a te esperar
como flor.... azul!..

Thais S Francisco
"beijaflor"
Direitos @utorais Reservados

 

Clique para Enviar essa Página

 

Menu ::: Voltar 

 

ArtFinal:CrisJuan
Fotográfia:Alana Juan