Em Doces Amanheceres,
o Tempo se fez ouvir, insistente,
a distância desfez, permitindo
da troca, o entender,
que a Vida ensina a se viver,
bastando do amor, querer...entender.

A Lua marca um novo ciclo,
a maré se faz cheia... transborda
em brancas rendas...cobre a areia nua..
que descansa em praia leito... quando enfim,
na solidão, põe um fim... sua essência
em doce mel...entregou...
ao amor que chegou...

O Sol... desponta, no horizonte..
pelas frestas da janela, sem pedir licença,
no reflexo ilumina, apontando o caminho,
dando tino ao teu e ao meu destino..

Amar...com emoção...
sem nunca perder o chão!..

Thais S Francisco
"beijaflor"
Direitos @utorais Reservados


Clique para Enviar essa Página 

 

::: Menu ::: Voltar :::

 


ArtFinal:CrisJuan