Descrever-te, amor,
é como caminhar por entre estrelas,
em noite enluarada, deixando-se tocar,
suavemente, pelas nuvens esfumaçantes
que nos roça a pele, trazendo à tona, o desejo!..

Descrever-te, amor,
é como voejar por entre flores, em Mágicos Jardins,
deixando que o perfume em fragrâncias diversas
incitem o desejo de misturar, em doses certas,
tua essência à minha!..

Descrever-te, amor,
é como sentir o corpo, entregue em carinhos,
é deixar escapar sussurros lânguidos,
é perder dos sentidos, o controle
é desejar estar, ficar...entregar!..

Descrever-te, amor,
é ter, nas mãos, a aquarela
e, na paleta, em suaves misturas
criar tonalidades inusitadas
que somente os que amam podem criar,
em cada beijo trocado,
em cada caricia feita,
no encaixe perfeito!..

Descrever-te, amor,
é simplesmente deixar ,
em prosa, verso ou poesia,
mesmo que sem rima,
a certeza de que tu és,
na medida certa, o Amor
que meu Amor quer Amar!..

Descrever-te, amor,
é te querer aqui, agora, sem demora
neste sonho que estou sonhando
ao tentar descrever-te, amor!..

Thais S Francisco
"beija-flor"


Clique para Enviar essa Página


ArtFinal:CrisJuan