Coração Prisioneiro

Mesmo sem a reciprocidade
deste amor, que, transbordando de minh'alma,
a ti ofereço, continuo a te amar cada dia mais.
Sem perceber, aprisionaste meu coração,
que alegremente te quer amar, e a ele, teu amor não ofereces.

Mesmo assim, meu coração te ama, e,
dorido pelas chagas que tua indiferença causa,
sangra em forma de lágrimas, vertendo a essência de minha vida
em cada lágrima caída, no vazio, que seu desamor me coloca, e,
pouco a pouco vou morrendo...
morrendo de Amor por ti...

Quem sabe ainda,
percebas a grandiosidade deste sentimento meu,
e possa haver tempo para uma transfusão carinhosa,
trazendo de volta, minha vida, e com ela,
a razão de estar aqui... te amando de forma tão caudalosa..!!

Mas... se isso não acontecer a tempo, partirei levando
comigo, o maior dos Amores, que viveu fazendo de conta
que era o dono do teu amor.... e, em tudo,
mesmo dividindo a solidão da noite com meu travesseiro,
eu fui mais feliz,
pois te Amei,
te Amo...
e para sempre te Amarei...!!

Ahh!! Coração,
Prisioneiro nato, de um Grande Amor,
Não quiseste ouvir a Razão, e fizeste deste Amor solitário,
tua Razão de Viver e Morrer...!!

Ahh Coração...!!!


Thais S Francisco
"beijaflor"
Direitos @utorais Reservados


Clique para Enviar essa Página 

 

::: Menu ::: Voltar :::

 


Formatado:CrisJuan