Carta à Papai!
Thais S Francisco " Beijaflor"
 
 
Rubieen, meu Pai...
 
Recordações me trazem neste momento
a saudade...! Sim meu Pai ,uma grande saudade!
De tudo que vivemos  juntos.
Das alegrias, dos passeios, acampamentos,
de sua disposição, de seu gênio forte
mas que no fundo era  carinho.
 
A vida nos pregou uma peça, quando
com seus 43 anos, foi tolhido de toda
a sua liberdade de locomoção, deixando-o
numa cadeira de rodas, com toda a vitalidade
que tinhas para andar, correr e viver ao ar livre
como gostava, e de sentir o vento em seu rosto
quando pilotava sua moto.
 
Eu e Reynold, eramos pequenos ainda, mas
juntamos nossas forças para que você continuasse
com sua vontade de viver e lutar; lembro-me
dos momentos difíceis, da revolta, da dor, da
vontade de desistir, mas lembro também
da sua coragem, quando tirou do fundo de sua
alma a maior de suas forças e com o apoio de Mamãe,
reagiu, lutou e venceu...
 
Sim, você venceu e conseguiu com sua coragem
sua força, continuar seu trabalho,
mesmo em sua cadeira de rodas,
e nos criou dando-nos
a coragem necessária para lutarmos na vida
com todas as nossas forças, para vencermos, e,
vencer sem jamais ferir alguém, até mesmo
aqueles que acreditávamos ser nosso inimigo.
 
Nos viu crescer, se entristecia ao nos ver
carentes de sua companhia em nossas brincadeiras
em nossas aventuras, em nossos projetos de vida,
mas nos dava sempre  o exemplo de coragem,
e fomos entendendo
seus exemplos de dignidade e luta.
 
Carregou seus netos no colo, mostrou
a eles que mesmo sem suas pernas para caminhar,
podia fazer muito... e muito  você fez!
Infelizmente uma de suas netas, você não
chegou a conhecer, pois teve que partir...
mesmo contra nossa vontade, mas essa partida
sua, não conseguimos retardar, mesmo com
toda nossa batalha travada, pois esse era o seu momento!
mas tenha a certeza de que mesmo sem te conhecer
ela conseguiu entender o quanto você foi corajoso, pois
deixou em mim sua força e coragem para lutar...
 
Pai,
as vezes, a vida me deixa triste, com vontade
de parar pelo caminho, mas sei que de onde estás
me faz lembrar de tudo o que nos ensinou e
me envergonho de querer desistir, depois de
tudo o que já vencemos nesta vida, e....
enxugo minhas lágrimas, respiro fundo,
olho para meus filhos já crescidos, e
cada um já  vivendo suas proprias vidas, e
sigo em frente... transpondo os
obstáculos que a vida me impoe,
talvez para testar minha coragem...
E com sua força Papai, que trago na alma,
sigo meu caminho  com fé e coragem.
 
Obrigado por tudo o que me ensinou, e onde
estiver agora, em qual nuvem ou estrela esteja
receba meu carinho e minha enorme
saudade...
sua filha, Thais
a sua Indiazinha " Jacui!! "
 


Clique para Enviar essa Página

 

::: Voltar :::