Bruxinha,
da saia de balão,
do nariz comprido e afilado,
da verruga, marca registrada
no teu narigão..

Bruxinha,
do gato preto, de miado assustador,
do corvo, que fala, depois que bebeu
da sua poção errante,
e reclama, de ti, bruxinha,
tuas atrapalhadas,
quando, diante do caldeirão estás
a te confundir com os ingredientes
da tua nova poção...

Bruxinha,
dos morcegos, que vivem
a rondar tua cabeça;
dos sapos que já foram príncipes,
e vivem a espera, do beijo da donzela,
e novamente, montar seu cavalo branco.!!

Ah, Bruxinha
velha menina, menina velha,
muitos dizem que és má,
morrem de medo de encontrarem-se contigo,
e quando as coisas dão erradas, logo
culpam você, gesticulam e bradam em bom tom:
Hoje, a Bruxa está solta..!!!

Bruxinha,
da saia de balão,
do chinelo remendado,
pega tua vassoura, a qual, fizeste
com ramas, da floresta encantada, e,
voa, voa, vá em busca daqueles mágicos ingredientes,
daquela receita, que só tu, podes fazer
neste teu mágico caldeirão..!!

Faz agora, tua mágica poção,
Aquela, do bem querer, e,
borrifa no coração de todos nós,
para que, aprendamos a Amar,
Amar sem distinção, aquele nosso irmão,
e Amar com paixão,
de Deus, toda a criação..!!

Com tua Mágica Vassoura,
varre deste planeta, toda a maldade que existe,
a solidão,a tristeza e o desamor, também,
mostra que tu,
és a Bruxinha do bem..!!

Thais S Francisco
"beijaflor"
Direitos @utorais Reservados



Clique para Enviar essa Página 

 

 

ArtFinal:CrisJuan