Aprendendo a Amar

Aprende a amar todos Indistintamente,
para conseguir encontrar dentro de ti
a luz que tanto anseias.

É fácil, muito fácil mesmo!

“Procura não distinguir o sábio do ignorante.
O rico do pobre. O amigo do inimigo.
O bem feitor do mal feitor...
Alça vôo em direção à redentora Luz.
Este é o objetivo, e,
trata de ajudar sem reservas.

Saibas levar a consolação aos tristes,
não apenas enxugando-lhes as lágrimas
que se lhes rolam à face...
Aprende, pois, a ouvir com sincero interesse
o motivo de suas agruras e estende tua mão.
Oferece o teu ombro para que se torne branda
a dor que não podes aliviar.

Aos que lutam,
leva a serena palavra da sensatez sem insuflar,
contudo, outros pensares; Julgares, ou,
querer impor diretrizes...
Evita dar conselhos
baseados em teus pontos de vista.
Lembra: Tuas causas nem sempre
são as mesmas daquele que procura teu apoio.
Ouve. Demonstra sincero interesse em apenas ouvir.
Faze do teu silêncio atento, estrondoso berrante,
a despertar sonolenta a razão anestesiada ou esquecida
em decorrência de perigosos valores absorvidos de um
rebanho perdido e não menos infeliz em seu torpe caminhar...
Ouve sempre, pois aí reside o maior incentivo:
A compreensão e o carinho.
Melhor caminho.

A quanta gente tu podes ajudar com tua palavra!
Incentivar:
Com reflexões positivas, desprovidas de censura...
Apenas deixando fluir do pensamento os odores sublimes
e venturosos do Altíssimo, que vê no entendimento das coisas,
a vitória em si mesmo...
Portanto:

Ama todos, indistintamente.’’


* Autoria: Lena Viola
Editado com autorização da Autora
Direitos @utorais Reservados

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu ::: Voltar :::


Formatado:CrisJuan