Anilados Traços

Nas frias madrugadas,
mãos cansadas e trêmulas
vão tentando deixar registrado
no alvo papel de carta
minhas penas...mas a pena
teima em anilar meus traços
não deixando que eu escreva
em negro, o meu triste passado
da solidão...o desamor
meus temores e dissabores
promessas...não cumpridas
vendavais...devastando meus sonhos...
em mares...ilhas...ilhadas...
na vida...pedras... obstáculos...
misteriosos...nefastos...
Cruel solidão de pecados
já perdoados... apaziguados...
em sortilégios... limpos...lavados
nesta minha ânsia de viver...
de querer...de amar...
este amor que me foi
prometido num dia de um azul esperado..

Thais S Francisco
" Beija-flor "
Direitos @utorais Reservados

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu ::: Voltar :::

 

ArtFinal:CrisJuan