O amor do Poeta,
é algo assim... especial!
Um sentimento natural
de sua alma, que voeja
entre sonhos e ilusões,
muitas vezes tocando
o real, com seus
versos em poesias!..

Para amar um poeta,
há que se ter na alma,
asas sempre prontas,
para acompanhar os voejos
inspirados, que o levam
a flutuar, entre
nuvens esfumaçantes,
estrelas brilhantes,
sob a luz do Luar,
ou mesmo, em noite escura,
tocando o céu de veludo,
no seu sonhar!..

Para amar um Poeta
há que se ter o brilho no olhar,
o sorriso pronto, a alma sonhadora
o coração generoso, para acompanhar
muitas vezes, em silêncio,
a sua clausura, quando quer
o Poeta, buscar, em sua musa
a doce inspiração dos versos
a transformar a história
em belos sonetos de amor!..

O Poeta é um ser
grandioso, quando toca
o céu pintado de anil..
É frágil, quando o amor
que lhe vai n'alma, não é
correspondido... ou
até mesmo, quando a saudade
é infinda, pois essa dor
lhe desarma de qualquer
inspiração de amor..

Para se Amar um Poeta,
há que se ter na alma,
algo de muito
Especial!...

Thais S Francisco
"Beija-flor"

Clique para Enviar essa Página 

 

ArtFinal:CrisJuan