Adormecer

A noite vai lentamente se anunciando,
resquícios do sol ainda brilham no horizonte.
Tão tímida!
A lua espreita, com suaves curvas e delicados traços
brisa suave, anoitece ,
adormeço, pensando em ti.

Na fresta da janela,
um anjo vela meu sono,
Veio de onde, não sei!
Delicadamente me chama:
- desperta amor!

Estende suas mãos, e ao longe vamos
na brisa do mar, nos ventos
nas pequenas campinas,
pés descalços sentem o toque da
terra mãe.
De mãos dadas, caminhamos eu e meu anjo
tanta candura,tanta ternura,
tanta formosura.
Se sonho quero permanecer dormindo
Se acordada, parece sonho.
Quero ficar com você,
por mais uns instantes
te amando!

Yvonne Anita Müller
Editado com Autorização da Autora

Clique para Enviar essa Página 

::: Menu :::


ArtFinal:CrisJuan