Certa manhã, um fazendeiro descobriu
que sua galinha tinha posto um ovo de ouro.
Apanhou o ovo, correu para casa,
mostrou-o à mulher, dizendo:

_ Veja! Estamos ricos!

Levou o ovo ao mercado e vendeu-o
por um bom preço. Na manhã seguinte,
a galinha tinha posto outro ovo de ouro,
que o fazendeiro vendeu a melhor preço.

E assim aconteceu durante muitos dias.
Mas, quanto mais rico ficava o fazendeiro,
mais dinheiro queria.
Até que pensou:

"Se esta galinha põe ovos de ouro,
dentro dela deve haver um tesouro!"

Matou a galinha e ficou admirado pois,
por dentro, a galinha era igual a qualquer outra.

                                                    *Esopo

*Moral da história:

" Quem tudo quer tudo perde."

 

**QUEM FOI ESOPO?


Fabulista grego, nascido pelo ano de 620 a. C. Ignora-se o lugar de seu nascimento; alguns dizem ter sido Samos ou Sardes, enquanto Aristófanes o supôs filho de Atenas. Segundo o historiador Heródoto, Esopo teria nascido na Frígia e trabalhava como escravo numa casa. há ainda alguns detalhes atribuídos à biografia de Esopo, cuja veracidade não se pode comprovar: seria corcunda e gago, protegido do rei Creso.

Esopo teria sido condenado à morte depois de uma falsa acusação de sacrilégio, ou talvez porque os habitantes de Delfos estivessem irritados com suas zombarias, ou ainda porque suspeitassem de que Esopo teria a intenção de ficar com o dinheiro que Creso lhes tinha destinado.

Esopo não deixou nada escrito: as fábulas que lhe são atribuídas pela tradição foram recolhidas pela primeira vez por Demétrio de Falera, por volta de 325 a.C.
Antes do advento da impressão, as fábulas de Esopo eram ilustradas em louça, em manuscritos e até em tecidos.

Discute-se a sua existência real, assim como acontece com Homero. Levanta-se a possibilidade de sua obra ser uma compilação de fábulas ditadas pela sabedoria popular da antiga Grécia. Seja lá como for, o realmente importante é a imortalidade da obra a ele atribuída.
 

  Clique para Enviar essa Página

::: Menu :::

 

Imagens Colhidas na Internet sem mencionar restrição

Formatado por Thais "beija-flor"
20.09.2009